Home Agenda Navio-escola ‘Juan Sebastián de Elcano’ vai atracar em Fortaleza para visitação única no Brasil

Navio-escola ‘Juan Sebastián de Elcano’ vai atracar em Fortaleza para visitação única no Brasil

6 min read
0
0
61

O navio-escola espanhol, Juan Sebastian El Cano, atracará no Porto do Mucuripe entre os dias 11 e 15 de fevereiro, como parte do 96º Cruzeiro de Instrução, na única parada pelo Brasil deste ano. Quem entrar na embarcação quase centenária, e com histórico de 11 voltas ao mundo, poderá conhecer histórias da navegação à vela.

Ainda não há um detalhamento sobre a visitação para o público em geral, mas o Consulado Honorário da Espanha em Fortaleza deve divulgar outras informações até lá. A embarcação saiu no dia 19 de janeiro de Cádis, na Espanha.

A primeira parada da rota será no Ceará, único estado brasileiro que receberá a embarcação neste ano. No comando da embarcação está o Capitão de Mar e Guerra Luís Carreras-Presas do Campo. A tripulação é composta por 21 oficiais, 21 suboficiais, 135 militares da categoria de Marinharia e Tropa, e 2 mestres civis.

Confira o cronograma:

Cádis, Espanha: Chegada em 13 de janeiro de 2024; Saída em 19 de janeiro de 2024.

Fortaleza, Brasil: Chegada em 11 de fevereiro de 2024; Saída em 23 de fevereiro de 2024.

Santo Domingo, República Dominicana: Chegada em 15 de janeiro de 2024; Saída em 04 de março de 2024.

Manzanillo, México: Chegada em 29 de março de 2024; Saída em 09 de março de 2024.

San Diego, EUA: Chegada em 02 de abril de 2024; Saída em 11 de abril de 2024.

Balboa, Panamá: Chegada em 08 de maio de 2024; Saída em 16 de abril de 2024.

Nova Orleans, EUA: Chegada em 11 de maio de 2024; Saída em 18 de maio de 2024.

Boston, EUA: Chegada em 05 de junho de 2024; Saída em 22 de maio de 2024.

Londres, Reino Unido: Chegada em 09 de junho de 2024; Saída em 01 de julho de 2024.

Marín, Espanha: Chegada em 12 de julho de 2024; Saída em 05 de julho de 2024.

Cádis, Espanha: Chegada em 21 de julho de 2024.

O Elcano foi construído nos estaleiros ‘Echevarrieta y Larrinaga’, em Cádis, com projeto iniciado em 1923. O Navio-Escola tem duas funções principais: contribuir para a formação dos oficiais – da Armada Espanhola, Corpo Geral e o Corpo de Infantaria da Marinha – e apoiar a política exterior recebendo visitantes.

Em relação à formação, os estudantes ficam em contato direto com o mar e aprendem atividades práticas numa viagem de cerca de 6 meses.

Diferente da maioria das embarcações, o Navio-Escola não possui mísseis, torpedos ou sistemas de armas para combate. Porém, dispõe de armamentos para a defesa da própria da unidade, como metralhadoras.

Estrutura Interna
Foto: Divulgação

O Navio-Escola é uma das embarcações mais conhecidas na Espanha, onde alguns moradores possuem uma relação afetiva pelo histórico de atividades. A Armada espanhola, inclusive, guarda o nome de todos que navegaram no Elcano, desde 1928, quando as viagens educativas começaram a ser feitas.

Quem entra na embarcação, também pode aprender sobre navegação a vela, a linguagem usada pelos marinheiros, saber as histórias positivas e difíceis em alto mar e qual a logística usada para as viagens.

Kátia Alves

Kátia Alves

Editora-chefe do Contexto Notícias é jornalista formada pela Unifanor em 2006, pós-graduada pela Unichristus em MBA em Gerência de Marketing, Assessoria de Comunicação pela Estácio e Língua Portuguesa pela UniAteneu. Foi jornalista da TV Verdes Mares, TV Fortaleza e TV Ceará. Passou pelos site Pirambu News (@pirambunews) e Somos Mídia (@somosmidia). Passou pelas assessorias do Instituto Isa Magalhães e Superintendência Federal de Agricultura. Atualmente, também trabalha no site Conexão 085 (@conexao085oficial).

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Kátia Alves
Carregar mais Agenda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + seis =

Verifique também

Ceará registra abertura de mais de 100 mil pequenos negócios em 2023, revela Sebrae

O Ceará encerrou o ano de 2003 registrando a abertura de 105.740 pequenos negócios. É o qu…