Home Saúde Janeiro Verde: Prefeitura de Fortaleza reforça importância da vacinação contra HPV na prevenção do câncer do colo do útero

Janeiro Verde: Prefeitura de Fortaleza reforça importância da vacinação contra HPV na prevenção do câncer do colo do útero

6 min read
0
0
18

O Janeiro Verde, mês dedicado à conscientização e combate ao câncer do colo do útero, direciona seus esforços para destacar a vacinação contra o Papilomavírus Humano (HPV) como uma peça-chave na redução da taxa de mortalidade por essa doença. Em Fortaleza, a vacina está disponível em todos os postos de saúde.

Atualmente, a vacina é aplicada em crianças e adolescentes do sexo feminino e masculino, entre 9 e 14 anos de idade (14 anos, 11 meses e 29 dias), e para grupos com condições clínicas especiais até os 45 anos (vivendo com HIV/AIDS, transplantados de órgãos sólidos ou medula óssea e pacientes oncológicos) e mulheres vítimas de violência sexual. Em 2023, foram vacinadas 14.922 meninas contra o HPV, e 17.575 meninos receberam o imunizante em Fortaleza.

Importância da vacinação

Com a propagação de informações sobre a relação direta entre o vírus HPV e o desenvolvimento do câncer do colo do útero, a campanha visa desmistificar tabus e incentivar a imunização, bem como romper barreiras socioeconômicas e garantir que adolescentes tenham acesso a essa medida preventiva.

A coordenadora de imunização da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Vanessa Soldatelli, enfatiza que a vacinação não apenas protege as mulheres, mas também contribui para a construção de uma comunidade mais saudável.

“A vacinação contra o HPV vai além da proteção individual, é um investimento na saúde coletiva. Ao imunizarmos as mulheres contra esse vírus, não apenas reduzimos os casos de câncer do colo do útero, mas também fortalecemos os alicerces da prevenção, promovendo a saúde de todas as gerações e construindo um futuro onde a incidência desse câncer seja uma exceção, não a regra”, afirma.

Vacinação contra HPV

O imunizante que protege contra o HPV foi incorporado de forma escalonada ao Sistema Único de Saúde (SUS) em 2014. Inicialmente, a vacinação era somente para meninas e, desde 2017, o Ministério da Saúde ampliou também para o público masculino.

A aplicação da vacina ocorre em todos os postos de saúde da Capital, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30. Nos fins de semana e feriados, os postos Mattos Dourado e Irmã Hercília funcionam de 8h30 às 16h30.

Quem pode vacinar

Crianças e adolescentes: 9 e 14 anos de idade (14 anos, 11 meses e 29 dias)

Grupos com condições clínicas especiais (vivendo com HIV/AIDS, transplantados de órgãos sólidos ou medula óssea e pacientes oncológicos): até os 45 anos

Mulheres em situação de violência sexual: em qualquer idade

Vacinação nos postos de saúde de Fortaleza

– Segunda a sexta-feira

Horário: 7h30 às 18h30

118 postos de saúde

– Fins de semana

Horário: 8h30 às 16h30

Postos de saúde Mattos Dourado (Edson Queiroz) e Irmã Hercília (São João do Tauape)

Kátia Alves

Kátia Alves

Editora-chefe do Contexto Notícias é jornalista formada pela Unifanor em 2006, pós-graduada pela Unichristus em MBA em Gerência de Marketing, Assessoria de Comunicação pela Estácio e Língua Portuguesa pela UniAteneu. Foi jornalista da TV Verdes Mares, TV Fortaleza e TV Ceará. Passou pelos site Pirambu News (@pirambunews) e Somos Mídia (@somosmidia). Passou pelas assessorias do Instituto Isa Magalhães e Superintendência Federal de Agricultura. Atualmente, também trabalha no site Conexão 085 (@conexao085oficial).

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Kátia Alves
Carregar mais Saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + cinco =

Verifique também

Saiba por que é importante vacinar as crianças e manter caderneta atualizada

A Prefeitura oferta a imunização nos 118 unidades de saúde do Município, de segunda a sext…