Home Turismo Vai viajar? Veja quais medicamentos levar e como armazenar

Vai viajar? Veja quais medicamentos levar e como armazenar

5 min read
0
0
25

Férias ou programação de final de ano requer cuidados e atenção para todas as idades, principalmente quem costuma montar a famosa farmacinha. Então, o armazenamento deve ser de forma adequada e segura, observando principalmente a questão de alta, temperatura e, claro, o famoso check-list final antes de pegar a estrada.

E ainda é mais preocupante quando as férias incluem crianças. É por elas que devem entrar em cena as indispensáveis gotinhas para febre, dor, um termômetro e antialérgicos. Para os adultos, não se pode esquecer dos medicamentos de uso contínuo, como os remédios para pressão, coração, dor de cabeça, enjoo e outros.

A professora Graziela Ribeiro, fala da experiência dela. “Na verdade, eu sempre ando com uma bolsa de remédio na minha mochila. E, quando eu viajo, eu sempre tenho o cuidado de montar um kit para várias coisas. Porque eu tenho problema de gastrite, então, às vezes eu preciso tomar alguns remédios para dor, que são remédios que eu tomo de uso contínuo, mas que eu tento não tomar sempre”, conta.

Mas você já parou para pensar se não é necessário ter mais cuidado no transporte desses medicamentos? Os menos preparados simplesmente jogam tudo na bolsa e vamos nessa. Outros, mais organizados, muitas vezes separam os medicamentos em porta-comprimidos.

O farmacêutico Vanderson Galan alerta para os cuidados com a temperatura que eles ficam expostos. “Evitar ao máximo deixar dentro do carro, deixar num lugar exposto ao sol. Chegou de viagem, já acha um lugar correto dentro de um armário, por exemplo. Um lugar alto, longe do alcance da criança. O ideal não é sair com medicamento de casa, ficar andando com ele na bolsa”, ressalta.

Mas quais medicamentos levar na mala? A clínica médica Larissa Hermann destaca a importância de uma abordagem cuidadosa ao separar os medicamentos para viagem. Ela aconselha dar preferência àqueles previamente utilizados em outras ocasiões, com orientação médica. E, é claro, leve apenas a quantidade necessária.

“A ideia é que você leve medicamentos que você já usa e que você já usou para alguma outra situação em que você tem uma orientação médica de como usar essa medicação. Então, se você já usa dipirona é o dipirona que você vai levar”, exemplifica.

E não esqueça dos cuidados no transporte desses medicamentos. Boa viagem!

Kátia Alves

Kátia Alves

Editora-chefe do Contexto Notícias é jornalista formada pela Unifanor em 2006, pós-graduada pela Unichristus em MBA em Gerência de Marketing, Assessoria de Comunicação pela Estácio e Língua Portuguesa pela UniAteneu. Foi jornalista da TV Verdes Mares, TV Fortaleza e TV Ceará. Passou pelos site Pirambu News (@pirambunews) e Somos Mídia (@somosmidia). Passou pelas assessorias do Instituto Isa Magalhães e Superintendência Federal de Agricultura. Atualmente, também trabalha no site Conexão 085 (@conexao085oficial).

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Kátia Alves
Carregar mais Turismo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − 7 =

Verifique também

Polícia Civil deflagra Operação Restauração e desarticula organização criminosa de atuação nacional

A operação resultou no sequestro de imóveis, automóveis de luxo, embarcações, criptoativos…