Home Turismo Descobrindo o Ceará: O Poder Transformador do Turismo Ecológico

Descobrindo o Ceará: O Poder Transformador do Turismo Ecológico

9 min read
0
0
44

Turismo é passear, desbravar caminhos, conhecer novos lugares ou frequentar aqueles pontos da cidade em que vivemos que mais nos transportam para fora da rotina, que transformam o cotidiano. Quando aliado à natureza, o turismo tem o potencial educativo e de preservação, além de fomentar uma integração de laços que as pessoas da atualidade valorizam e não querem se distanciar. É também atividade econômica importante pela baixo impacto ambiental e a sustentabilidade que propicia às populações que vivem no entorno e dentro das unidades de conservação.

No Ceará, os equipamentos da Secretaria do Meio Ambiente e Mudança do Clima do Ceará (SEMA) geridos pelo Instituto Dragão do Mar (IDM) estão dentro da proposta de unir Cultura e Natureza como alicerces da preservação, da atratividade turística e do incremento à geração de emprego e renda.

Foto: Divulgação/Sema

O Complexo Ambiental e Gastronômico da Sabiaguaba é parte do Parque Estadual do Cocó e está em uma das regiões mais preservadas de Fortaleza com uma diversidade natural e de culturas ancestrais que resistem ao avanço da cultura urbana das grandes cidades.

Ao mesmo tempo, suas populações nativas buscam se integrar à economia criativa por meio da gastronomia, do artesanato e das suas festas populares e assim reforçam o incremento socioeconômico da região, realizam intercâmbios com outras formas de experienciar o fazer-saber cotidiano de construção da vida comunitária e atraem o turismo sustentável. Inaugurado em março de 2022 e aberto ao público em julho do mesmo ano, o espaço conta com 17 quiosques de empreendedores que representam as famílias mais próprias da região.

Esses permissionários do Estado recebem suporte e capacitação contínua para gestão, inovação e melhoria do atendimento, além de contarem com shows gratuitos que agregam valor cultural às belezas naturais deste braço do Rio Cocó e chamam público para incrementar o turismo e a geração de emprego e renda. O Centro de Memórias Raízes da Sabiaguaba é um museu que funciona como espaço difusor do patrimônio material e imaterial da região, preservando, narrando e valorizando a memória destas famílias.

Foto: Divulgação/Sema

O Complexo Ambiental Mirante do Caldas, em Barbalha, no Cariri cearense, é um espaço de educação que une Natureza e Cultura para o Bem Viver. Em apenas dois anos já conquistou presença no circuito mundial de GEOPARK UNESCO – Geossítio Mirante do Caldas, um farol que irradia as potencialidades e relicário do território Cariri, valorizando os saberes e fazeres dos Mestres da tradição e que compreende a conservação das florestas como caminho de preservação da vida.

Um campo multidisciplinar de ensino e pesquisa! Uma semente plantada em meio a primeira Floresta do Brasil, berço do Soldadinho do Araripe, pássaro em risco de extinção que só existe na Chapada do Araripe e ambiente de grande beleza cênica que se descortina com força ainda maior quando vista do Teleférico que disponibiliza passeios panorâmicos pelo cenário da floresta preservada.

No Complexo Ambiental Caminhos do Horto, a beleza cênica que se abre a partir da visão no passeio do teleférico se alia à força do turismo religioso, em torno da dedicação ao Padre Cícero e outras personalidades que pela força da fé convocam grandes volumes de pessoas em romarias e visitações a Juazeiro do Norte, também no Cariri Cearense. Localizado no espaço onde a estátua desse grande ícone de devoção para a região, o Ceará e o Brasil, o equipamento é uma forma de mobilidade e reforço da atração turística.

Os shows, capacitações e oficinas que ocorrem no entorno, por meio de parcerias com outros agentes sociais da área, impulsionam o crescimento do turismo, a fixação da população local pelo aumento da geração de renda e a preservação ambiental da Área de Proteção Ambiental (APA) do Horto do Padre Cícero.

Foto: Divulgação/Sema

Assim, SEMA e IDM diversificam a economia por meio do turismo e apostam na gestão de espaços naturais preservados: Cultura e Natureza como alicerces para acesso a outros direitos fundamentais e empoderamento comunitário também por meio do crescimento econômico e do aumento da autoestima das populações locais.

Foto: Divulgação/Sema
Kátia Alves

Editora-chefe do Contexto Notícias é jornalista formada pela Unifanor em 2006, pós-graduada pela Unichristus em MBA em Gerência de Marketing, Assessoria de Comunicação pela Estácio e Língua Portuguesa pela UniAteneu. Foi jornalista da TV Verdes Mares, TV Fortaleza e TV Ceará. Passou pelos site Pirambu News (@pirambunews), Somos Mídia (@somosmidia) e Conexão 085 (@conexao085oficial). Passou pelas assessorias do Instituto Isa Magalhães e Superintendência Federal de Agricultura.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Kátia Alves
Carregar mais Turismo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 4 =

Verifique também

Escritor cearense Stênio Gardel é o convidado do Trilha de Letras

Autor é o primeiro brasileiro a vencer o National Book Award …