Home Geral Saiba quais são os direitos e deveres na hora de alugar um imóvel

Saiba quais são os direitos e deveres na hora de alugar um imóvel

10 min read
0
0
23

Além de pagar o aluguel no prazo, fazer a locação de um imóvel demanda o cumprimento de outras regras que estabelecem os direitos e deveres tanto dos locatários como também de quem está alugando. Para garantir uma experiência de aluguel tranquila e justa, o advogado da SJ Imóveis e diretor do Samir Jereissati, Dr. Welvio Cavalcante, explica que existem pontos cruciais a serem considerados por ambas as partes e que devem ser levados em consideração desde a formulação do contrato de locação até o momento de saída do imóvel.

“O mercado de locações tem uma legislação própria, que é a chamada Lei do Inquilinato, que regula toda a locação de imóveis no Brasil. Essas regras disciplinam as locações residenciais, locações não residenciais, e aí estão inseridas as locações comerciais e as chamadas locações para temporada. Todos esses tipos de locações são regulados, exclusivamente, pela Lei do Inquilinato”, aponta o especialista em Direito Imobiliário.

O acesso à informação é, segundo o diretor de mercado da SJ Imóveis, Ronaldo Moura, um importante caminho para a manutenção do bom relacionamento entre inquilino e proprietário. Com esse intuito, a SJ disponibiliza em seu site um conteúdo específico sobre direitos e deveres do setor imobiliário, facilitando o conhecimento dos clientes.

“Muitas pessoas estão iniciando nessa modalidade de aluguel com o primeiro imóvel e tantas outras ainda não sabem corretamente as regras que norteiam o segmento, por isso consideramos fundamental estar cada vez mais alinhado com o público, de forma transparente, agregando um bom relacionamento”, relata.

Entre os deveres do proprietário do imóvel, o advogado Dr. Welvio Cavalcante destaca que a primeira grande obrigação do dono é entregar o imóvel em estado de servir ao uso a que se destina, a chamada condição de habitabilidade. “Então o imóvel há de ter condições de servir ao uso para o qual foi destinado. É, em razão disso, que o imóvel deve estar com boas condições elétricas, hidráulicas, portas e janelas em perfeito estado de funcionamento, sem vazamentos, sem infiltrações, tudo isso, mais uma vez, para garantir a condição de habitabilidade”.

Além disso, Dr. Welvio Cavalcante também ressalta como dever do locador: garantir durante toda a locação o uso pacífico do imóvel, uma vez que o inquilino recebe a posse daquele imóvel e, portanto, passa a ser o possuidor direto do bem; reparar todos os defeitos e vícios que são preexistentes à locação, sendo importante averiguar através de uma vistoria inicial o que já existia e o que não existia; reformar qualquer problema de ordem estrutural do prédio; em caso de venda do imóvel, deverá conceder o direito de preferência para o inquilino; dentre outras.

Quem deve pagar as taxas do Lixo e IPTU?

Com relação a impostos e taxas que incidam ou venham a incidir sobre o imóvel, a Lei do Inquilinato informa essas obrigações, a princípio, são do locador, do dono do imóvel, mas, dependendo do que contiver no contrato, elas poderão ser transferidas para o inquilino. “Esse regramento vai depender do que está disposto no contrato de locação. Se tiver uma cláusula transferindo essa obrigação para o inquilino, caberá a esse o pagamento do IPTU, o pagamento da taxa do lixo, o pagamento do seguro contra incêndio do imóvel, por exemplo”.

Para quem está alugando um imóvel, além dos direitos, também são designados deveres regulamentados pela Lei do Inquilinato. Entre elas, o advogado especialista em Direito Imobiliário, Dr. Welvio Cavalcante, apresenta:

Deveres dos Inquilinos

  • Pagamento em dia do aluguel e outras despesas;

  • Uso do imóvel apenas para moradia;

  • Devolver o imóvel no mesmo estado em que o recebeu;

  • Informar imediatamente ao proprietário sobre o surgimento de danos e possíveis reformas;

  • Pagar todas as despesas relacionadas aos serviços consumidos;

  • Cumprir as regras do condomínio;

“Cabe ao inquilino, durante a locação, fazer todas as manutenções decorrentes do uso normal, o uso natural, por exemplo, a troca de torneiras pelo uso constante, ajuste de descargas, esse tipo de manutenção faz parte do dia a dia e é responsabilidade do locatário. Se surge um problema de forma estrutural, um problema sério como uma rachadura no imóvel, pode-se considerar que seja do proprietário esse tipo de problema”, aponta.

Lembrete importante: “A melhor saída para evitar conflitos entre proprietário e inquilino é ter um bom contrato de locação, que deixe claro quais são as obrigações de cada parte. E manter o diálogo é sempre a melhor porta para resolver esse tipo de problema”, finaliza Dr. Welvio Cavalcante.

Kátia Alves

Kátia Alves

Editora-chefe do Contexto Notícias é jornalista formada pela Unifanor em 2006, pós-graduada pela Unichristus em MBA em Gerência de Marketing, Assessoria de Comunicação pela Estácio e Língua Portuguesa pela UniAteneu. Foi jornalista da TV Verdes Mares, TV Fortaleza e TV Ceará. Passou pelos site Pirambu News (@pirambunews) e Somos Mídia (@somosmidia). Passou pelas assessorias do Instituto Isa Magalhães e Superintendência Federal de Agricultura. Atualmente, também trabalha no site Conexão 085 (@conexao085oficial).

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Kátia Alves
Carregar mais Geral

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − quatro =

Verifique também

Theatro Via Sul recebe espetáculo do Peter Pan

Uma aventura na Terra do Nunca: Acredite nos seus sonhos! Esse clássico ganhará uma montag…