Home Saúde Pesquisa aponta aumento de 30% de funcionários afastados por problemas de saúde mental; especialista alerta para cuidados

Pesquisa aponta aumento de 30% de funcionários afastados por problemas de saúde mental; especialista alerta para cuidados

5 min read
0
0
103

Uma pesquisa realizada pela startup Closecare, especialista em gestão de atestados médicos e saúde corporativa, identificou um crescimento de 30% no número de afastamentos do trabalho devido a problemas de saúde mental. O levantamento analisou cerca de 480 mil atestados cadastrados na plataforma entre janeiro de 2020 e abril de 2022, reunidos de 16 companhias que usam o serviço. Para Aleks Mesquita, CEO da Amar.elo Saúde Mental, esses resultados são previsíveis diante dos últimos dados sobre saúde mental do Brasil.

“Já falamos muito sobre o Brasil ser o país mais ansioso do mundo, o quinto mais depressivo, e muitas pessoas não percebem o quanto isso está afetando o mundo do trabalho. Os empregadores precisam estar atentos a isso porque, além da saúde mental dos colaboradores, até o financeiro da empresa é afetado. Vale lembrar que a empresa tem que abonar a falta do funcionário mediante atestado. Se ele ficou seis dias fora, a empresa paga pelo valor”, explica Aleks.

A Closecare calcula que cada atestado custa, em média, R$ 1.293,00 para as empresas e o gasto delas com afastamento de colaboradores por questões de saúde mental deve chegar a R$ 5 bilhões até o fim de 2022. Esse cálculo considera a renda mensal média do brasileiro de R$ 2.449, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) de outubro de 2021, e o acréscimo de encargos.

Para Aleks, uma das formas de cuidar da saúde mental dos colaboradores e evitar perdas financeiras e de produtividade, é enxergar o setor de Recursos Humanos como estratégico. “Toda empresa é feita e movida essencialmente por pessoas que precisam de um ambiente com bem-estar organizacional, clima saudável nas relações e comunicação de trabalho, e tudo isso passa pela preocupação com a saúde mental dos empregados. É fundamental que essa área da saúde humana esteja na lista de pontos a serem assegurados pelas corporações”, defendeu.

Sobre Amar.elo

A startup Amar.elo Saúde Mental, fruto da parceria com o Hospital Nosso Lar, foi criada em setembro do ano passado e tem como missão tornar o ambiente de trabalho um lugar emocionalmente sustentável. O site da Amar.Elo pode ser acessado por meio do endereço www.amarelosaudemental.com.br.

Kátia Alves

Kátia Alves

Editora-chefe do Contexto Notícias é jornalista formada pela Unifanor em 2006, pós-graduada pela Unichristus em MBA em Gerência de Marketing, Assessoria de Comunicação pela Estácio e Língua Portuguesa pela UniAteneu. Foi jornalista da TV Verdes Mares, TV Fortaleza e TV Ceará. Passou pelos site Pirambu News (@pirambunews) e Somos Mídia (@somosmidia). Passou pelas assessorias do Instituto Isa Magalhães e Superintendência Federal de Agricultura. Atualmente, também trabalha no site Conexão 085 (@conexao085oficial).

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Kátia Alves
Carregar mais Saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × cinco =

Verifique também

História do castelo construído como prova de amor em Fortaleza é contada em livro

O enredo dessa história está narrada no livro “Castelo do Plácido – Apogeu e Destruição, 5…