Home Saúde Mais de 350 mil cirurgias realizadas e menos filas em todo o País

Mais de 350 mil cirurgias realizadas e menos filas em todo o País

6 min read
0
0
18

O Ministério da Saúde alcançou avanços significativos na redução das filas de espera no Sistema Único de Saúde (SUS) para a realização de exames, consultas e cirurgias eletivas – que foram interrompidas em todo o território nacional durante a pandemia da Covid-19. Entre março a outubro de 2023, foram realizadas 350.225 cirurgias em todo o País por meio do PNRF (Programa Nacional de Redução das Filas de Cirurgias Eletivas, Exames Complementares e Consultas Especializadas). O número corresponde a 72% da meta estipulada para o programa. Destaque para as regiões Nordeste, com a execução de 38% desse total (134.034 cirurgias), e Sudeste, com 31% (107.579 procedimentos).

O programa, implementado pela pasta como parte da estratégia para aprimorar a eficiência do SUS, chegou a todos os 26 estados, além do Distrito Federal. No ano passado, o ministério disponibilizou R$ 600 milhões para procedimentos como cirurgia de catarata, retirada da vesícula biliar, do útero, cirurgia de hérnia e remoção das hemorroidas. Foi expandido também em 2023 o rol de ofertas com a inclusão de procedimentos de alta complexidade como, por exemplo, cirurgias cardíacas, oncológicas e ortopédicas.

Já para 2024, o PNRF terá o orçamento dobrado, de acordo com a Portaria 2.336, de 12 de dezembro de 2023. O recurso viabilizado será de R$ 1,2 bilhão, provando a importância da iniciativa do governo federal ao tratar do problema recorrente das filas. Ele será repassado aos estados e ao DF de acordo com o tamanho de cada população, segundo os números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O sucesso do programa é motivo de otimismo e o ministério pretende se aproximar mais dos estados para aprimorar os resultados. “Vamos fazer reuniões individualizadas, sendo uma equipe nossa e outra dos estados, vendo detalhadamente o que aconteceu e orientando para um melhor ajuste de planos. Queremos melhorar ainda mais a dinâmica”, defende o secretário de Atenção Especializada à Saúde, Helvécio Miranda.

Crescimento acelerado

Com a redução de filas, todas as regiões do Brasil apresentaram um aumento exponencial no total de cirurgias eletivas realizadas em 2023. A título de exemplo, o Centro-Oeste, com 167.424 cirurgias executadas entre março e outubro, aumentou em 21% seu quantitativo se comparado ao mesmo período de 2022. Da mesma forma, o crescimento se deu nas regiões Nordeste, com 812.327 cirurgias eletivas realizadas (alta de 18%); e Norte, com 197.552 (alta de 12%). A fila declarada pelos gestores do SUS chegou a alcançar mais de 1 milhão em 2022, de acordo com os dados dos planos aprovados pelos estados e repassados à pasta.

O programa

O PNRF foi instituído por meio da Portaria 90, de 3 de fevereiro de 2023, com a finalidade de ampliar a realização de cirurgias eletivas em todo o País, bem como reduzir a fila de exames e consultas especializadas. Inicialmente, a vigência do programa era até fevereiro de 2024, mas foi prorrogado até fevereiro de 2025.

Kátia Alves

Editora-chefe do Contexto Notícias é jornalista formada pela Unifanor em 2006, pós-graduada pela Unichristus em MBA em Gerência de Marketing, Assessoria de Comunicação pela Estácio e Língua Portuguesa pela UniAteneu. Foi jornalista da TV Verdes Mares, TV Fortaleza e TV Ceará. Passou pelos site Pirambu News (@pirambunews) e Somos Mídia (@somosmidia). Passou pelas assessorias do Instituto Isa Magalhães e Superintendência Federal de Agricultura. Atualmente, também trabalha no site Conexão 085 (@conexao085oficial).

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Kátia Alves
Carregar mais Saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 2 =

Verifique também

Ricardo Cavalcante é o novo diretor institucional do IEL Nacional

O industrial cearense irá atuar junto ao Sesi e ao Senai Nacional para o fortalecimento da…