Home Negócios Fortaleza Brazil Stone Fair trouxe grandes nomes ao Ceará e movimentou mais de US$ 20 milhões em negócios

Fortaleza Brazil Stone Fair trouxe grandes nomes ao Ceará e movimentou mais de US$ 20 milhões em negócios

4 min read
0
0
29

O Centro de Eventos do Ceará foi palco de uma das principais feiras de rochas ornamentais do mundo, a Fortaleza Brazil Stone Fair, reunindo cerca de 40 expositores e dez mil visitantes. Em apenas três dias, o evento gerou mais de US$ 20 milhões em negócios. Em sua 7ª edição, a FBSF reuniu profissionais das áreas de arquitetura, construção civil, designers e decoração do Brasil e de outros países, aquecendo ainda mais o setor.

“A nossa FBSF 2023 chegou ao fim superando nossas expectativas. Foi um evento cheio de boas e prósperas conversas e aprofundamento sobre as rochas ornamentais, especialmente as cearenses”, declara Carlos Rubens Alencar, presidente do Sindicato das Indústrias de Mármores e Granitos do Estado do Ceará (Simagran). “A FBSF 2024 já está confirmada e podem ter certeza que muita coisa boa vem por aí”, complementa.

O 4º Fórum do IBRO – Instituto Brasileiro das Rochas Ornamentais – foi um dos destaques da programação. O fórum teve como tema “Pensando o setor em 2068” e contou com Peter Becker, considerado uma das principais referências mundiais no setor de rochas naturais; Álvaro Abreu, idealizador da Cachoeira Stone Fair e do Centro Tecnológico do Mármore e Granito (CETEMAG), e Tales Pena Machado, presidente do Centro Rochas.

Um dos momentos mais aguardados foi a palestra da arquiteta Miriam Runge sobre “Design biofílico e as rochas”. Miriam Runge é especialista em neuroarquitetura. Design biofílico é uma técnica que visa incorporar elementos naturais aos ambientes. “As rochas são muito utilizadas neste cenário por unir beleza, sofisticação, exclusividade e durabilidade”, destacou a profissional que ainda lançou o livro de sua autoria “Tampos e Pedras” durante o evento.

Atualmente, o Ceará é o terceiro maior exportador de rochas ornamentais do Brasil, com cerca de R$200 milhões (US$40 milhões) exportados em 2022, sobretudo em blocos para a Itália e China e chapas polidas para os EUA. O Estado também é o principal fornecedor de matéria prima bruta para o Espírito Santo, principal exportador brasileiro, com volumes que correspondem a aproximadamente R$250 milhões anualmente.

Kátia Alves

Editora-chefe do Contexto Notícias é jornalista formada pela Unifanor em 2006, pós-graduada pela Unichristus em MBA em Gerência de Marketing, Assessoria de Comunicação pela Estácio e Língua Portuguesa pela UniAteneu. Foi jornalista da TV Verdes Mares, TV Fortaleza e TV Ceará. Passou pelos site Pirambu News (@pirambunews) e Somos Mídia (@somosmidia). Passou pelas assessorias do Instituto Isa Magalhães e Superintendência Federal de Agricultura. Atualmente, também trabalha no site Conexão 085 (@conexao085oficial).

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Kátia Alves
Carregar mais Negócios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × quatro =

Verifique também

Circo Americano faz Espetáculo Inclusivo no próximo domingo (3)

Durante o show, as luzes do picadeiro e da plateia serão suavizadas, a trilha sonora será …