Home Segurança Forças de Segurança retiram 1.759 armas de fogo de circulação no primeiro trimestre deste ano no Ceará

Forças de Segurança retiram 1.759 armas de fogo de circulação no primeiro trimestre deste ano no Ceará

5 min read
0
0
309

No primeiro trimestre de 2022, as Forças de Segurança do Estado, por meio de ações de abordagem, patrulhamento e de investigação, retiraram de circulação 1.759 armas de fogo no Ceará, correspondendo a um aumento de 18,4% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram apreendidas 1.486 armas.

Na cidade de Fortaleza, foram apreendidas, também nos três primeiros meses deste ano, 547 armas, com um aumento de 40,3% quando comparado ao total de 390 armas de fogo recolhidas no mesmo período de 2021. Os dados de apreensões de armas de fogo foram compilados pela Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp) da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp), instituição vinculada à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS).

Ao ser analisado apenas o mês de março de 2022 em relação ao mesmo período do ano passado, houve um aumento de 20,6% no total de apreensão de armas de fogo no Ceará, com 620 unidades. Enquanto isso, em março de 2021, foram 514 artefatos. Já em Fortaleza, o percentual do mesmo mês teve um acréscimo de 43,2%, quando foram retiradas de circulação 189 armas de fogo, enquanto que em março de 2021, foram 132 unidades. Entre o material apreendido, revólver, pistola e espingarda são os principais tipos de armas de fogo apreendidas.

Foto: Ascom SSPDS

Para o titular da SSPDS, Sandro Caron, os números representam mais um resultado positivo na luta contra a criminalidade no Ceará: “A retirada de armas das mãos dos criminosos é uma das principais estratégias que as Polícias do Estado do Ceará vêm utilizando para a redução de homicídios e também de crimes violentos contra o patrimônio. Esse aumento do número de apreensões é decorrente de uma intensificação da integração de um maior uso de ferramentas de inteligência, de dados estatísticos de manchas criminais e de uma intensificação de ações ostensivas da Polícia Militar (PMCE) e das investigações da Polícia Civil (PC-CE). Tudo isso com o amparo pela Coordenadoria de Inteligência (Coin)”, destacou.

58 armas em feriadão

Uma grande apreensão de armas de fogo em destaque foi registrada no último feriadão, que compreendeu o período de 25 a 27 de março, quando foram recolhidas 58 armas – entre elas, fuzis – e 938 munições de calibres variados no Ceará. Ao todo, foram apreendidas ainda armas artesanais, espingardas, garruchas, pistolas, revólveres e rifle. Entre as 58 armas recolhidas, 26 foram encontradas no dia 26. Entre elas, estão três fuzis apreendidos em duas ações distintas.

Kátia Alves

Kátia Alves

Editora-chefe do Contexto Notícias é jornalista formada pela Unifanor em 2006, pós-graduada pela Unichristus em MBA em Gerência de Marketing, Assessoria de Comunicação pela Estácio e Língua Portuguesa pela UniAteneu. Foi jornalista da TV Verdes Mares, TV Fortaleza e TV Ceará. Passou pelos site Pirambu News (@pirambunews) e Somos Mídia (@somosmidia). Passou pelas assessorias do Instituto Isa Magalhães e Superintendência Federal de Agricultura. Atualmente, também trabalha no site Conexão 085 (@conexao085oficial).

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Kátia Alves
Carregar mais Segurança

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × três =

Verifique também

História do castelo construído como prova de amor em Fortaleza é contada em livro

O enredo dessa história está narrada no livro “Castelo do Plácido – Apogeu e Destruição, 5…