Home Saúde Ceará avança na redução das filas de cirurgias eletivas e regionalização da saúde em 2023

Ceará avança na redução das filas de cirurgias eletivas e regionalização da saúde em 2023

6 min read
0
0
19

As cirurgias eletivas são procedimentos programados que não exigem a mesma celeridade que os casos urgentes. No início do ano de 2023, cerca de 68 mil pessoas aguardavam para realizar algum procedimento eletivo. O quantitativo foi usado como base para construir as ações do Programa. Além disso, o Ceará continuou atendendo novas demandas cirúrgicas, considerando a prioridade do paciente. Durante o último ano, mais de 65 mil cirurgias eletivas foram realizadas.

“As pessoas estão acreditando no Programa, entrando no Sistema Único de Saúde e atualizando o cadastro delas. Começaram a se ver nas filas por causa da transparência. Esse é o nosso diferencial do Ceará. Os pacientes, por meio do Saúde Digital, podem atualizar o cadastro, pesquisar a própria posição na fila e a unidade em que fará o procedimento”, detalha a coordenadora da Telessaúde e Fila Cirúrgica da Sesa, Melissa Medeiros.

Balanço da Saúde do Ceará no ano de 2023

Além das atividades do Programa, a Sesa atua para promover serviços de saúde para toda a população cearense, com foco na regionalização dos serviços, capacitações dos profissionais, expansão do atendimento oncológico, convocação dos novos servidores estatutários, aumento da cobertura das vacinas de rotina e ampliação da assistência.

Oncologia

O Hospital Regional Vale do Jaguaribe, em Limoeiro do Norte, realizou a primeira captação múltipla de órgãos da Região de Saúde Litoral Leste/Jaguaribe. Também iniciou os atendimentos oncológicos e abriu o serviço de politrauma 24 horas.

Ampliação da estrutura de atendimento

Outro destaque do ano foram as ampliações dos leitos em diversos hospitais da Rede, com 37 clínicos no Hospital Geral Waldemar Alcântara (HGWA) e 29 de UTI Adulto tipo II, no Hospital Estadual Leonardo Da Vinci (Helv). Houve ainda a inauguração do Centro de Emergência Pediátrica no Hospital Infantil Albert Sabin (Hias), com mais 63 leitos, e a abertura do novo Ambulatório de Especialidades do Hias.

Samu 192 Ceará

Ainda como iniciativa do plano de fortalecimento da regionalização da saúde, o Estado teve 40% da frota do Samu 192 Ceará renovada com a entrega de 46 ambulâncias doadas pelo Ministério da Saúde e 14 adquiridas pelo Governo do Ceará.

Cobertura vacinal

Com relação à cobertura vacinal, as ações estratégicas em imunização no território cearense refletiram em avanços nos índices de vacinação de rotina de crianças. Destaque para a cobertura vacinal contra febre amarela, tríplice viral (contra sarampo, caxumba e rubéola), poliomielite, DTP (contra difteria, tétano e coqueluche). Além disso, o Ceará é o estado brasileiro que mais vacinou contra varicela (89,09% da cobertura vacinal) e a segunda dose da tríplice viral (81,52%).

Kátia Alves

Editora-chefe do Contexto Notícias é jornalista formada pela Unifanor em 2006, pós-graduada pela Unichristus em MBA em Gerência de Marketing, Assessoria de Comunicação pela Estácio e Língua Portuguesa pela UniAteneu. Foi jornalista da TV Verdes Mares, TV Fortaleza e TV Ceará. Passou pelos site Pirambu News (@pirambunews) e Somos Mídia (@somosmidia). Passou pelas assessorias do Instituto Isa Magalhães e Superintendência Federal de Agricultura. Atualmente, também trabalha no site Conexão 085 (@conexao085oficial).

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Kátia Alves
Carregar mais Saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 1 =

Verifique também

Circo Americano faz Espetáculo Inclusivo no próximo domingo (3)

Durante o show, as luzes do picadeiro e da plateia serão suavizadas, a trilha sonora será …